Bayer concluirá compra da Monsanto em 7 de junho

O nome da marca norte-americana não será mais usado

Homem e mulher se fantasiam de noivos para criticar
Homem e mulher se fantasiam de noivos para criticar "casamento do inferno" entre Bayer e Monsanto (foto: EPA)
20:56, 04 JunBERLIM ZLR

(ANSA) - A multinacional farmacêutica alemã Bayer anunciou nesta segunda-feira (4) que a compra da norte-americana Monsanto, que atua no setor de agricultura, tecnologia e herbicidas, será concluída em 7 de junho. A operação custará US$ 63 bilhões.

A Bayer já recebeu todas as autorizações para fechar a aquisição, a maior de uma empresa da Alemanha no exterior em toda a história. A fusão dará origem à maior fabricante de herbicidas do planeta, com quase 30% do mercado global, e a um dos maiores produtores de sementes transgênicas.

"Dobraremos o tamanho de nosso negócio agrícola e criaremos um motor líder de inovação na agricultura, permitindo atender melhor nossos clientes e liberando o potencial de crescimento de longo prazo no setor", disse Werner Baumann, presidente do conselho de administração da Bayer.

As negociações haviam começado em 2016, culminando na oferta final dos alemães: US$ 128 por ação, o que totaliza aproximadamente US$ 63 bilhões, já levando em consideração as dívidas pendentes da Monsanto em 28 de fevereiro de 2018.

Após concluir a operação, o nome da empresa norte-americana, bastante marcado por recorrentes protestos de ativistas ambientais, não será mais utilizado. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en