TIM fecha acordo com sindicatos para evitar cortes na Itália

Pacto prevê aposentadoria antecipada para funcionários

TIM fecha acordo com sindicatos para evitar cortes na Itália
TIM fecha acordo com sindicatos para evitar cortes na Itália (foto: ANSA)
03:42, 13 JunROMA ZLR

(ANSA) - A TIM chegou nesta terça-feira (12) a um acordo com sindicatos para evitar 4,5 mil demissões na Itália. As negociações foram acompanhadas pelo ministro do Trabalho do país, Luigi Di Maio.

Em vez do corte, a empresa e as entidades sindicais concordaram com um plano envolvendo até 5 mil funcionários, dos quais mil serão inseridos em um programa de aposentadoria antecipada já em 2018, recebendo um valor provisório até completar a idade mínima, que é de 65 anos.

Outros 4 mil serão aposentados previamente no biênio 2019-2020. Além disso, empresa e sindicatos prometeram abrir negociações em setembro de 2018 para novas contratações. Outros 30 mil trabalhadores terão a carga horária reduzida em cerca de 10%.

"O acordo reabre uma temporada positiva de diálogo entre empresa e sindicatos", declarou o CEO da TIM, Amos Genish. O pacto, no entanto, ainda será submetido a referendo entre os trabalhadores. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA