CEO da Audi é preso na Alemanha por caso dieselgate

Rupert Stadler teve a prisão preventiva temporária decretada

CEO da Audi é preso na Alemanha por caso dieselgate
CEO da Audi é preso na Alemanha por caso dieselgate (foto: ANSA)
11:29, 18 JunBERLIM ZBF

(ANSA) - O CEO da Audi, Rupert Stadler, foi preso nesta segunda-feira (18) pela polícia da Alemanha devido ao escândalo chamado de "dieselgate", informou um porta-voz da Volkswagen.

De acordo com o jornal "Bild", um juiz ordenou a execução de prisão preventiva temporária baseada na ocultação de provas.

Autoridades de Munique fizeram buscas na casa de Stadler na semana passada, como parte da investigação do caso "dieselgate", no qual o grupo Volkswagen é acusado de manipular motores e testes ambientais.

A Promotoria de Munique submete a ele e a outro membro do conselho de administração da Audi as acusações de fraude e falsificação de documentos.

Na semana passada, a Volkswagen, da qual a Audi faz parte, recebeu uma multa de 1 bilhão de euros pela manipulação das emissões de gases poluentes em motores diesel. A montadora aceitou a penalização e decidiu não recorrer. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA