Elliott aumenta participação acionária na TIM

Medida foi criticada pelo grupo francês Vivendi

Entrada da sede da TIM em Roma, na Itália
Entrada da sede da TIM em Roma, na Itália (foto: ANSA)
15:14, 31 JanMILÃO ZLR

(ANSA) - A gestora de recursos americana Elliott aumentou de 8,8% para 9,4% sua fatia na operadora de telefonia italiana TIM.

A operação foi comunicada à Comissão de Títulos e Câmbio dos Estados Unidos (SEC) e fortalece o fundo na disputa com o grupo francês Vivendi pelo comando da empresa.

Atualmente, a Elliott detém o controle do conselho de administração da TIM, apesar de a Vivendi ser a principal acionista, com cerca de 24% de participação.

"A Elliott está se comportando como um investidor puramente financeiro, utilizando uma abordagem oportunista para tirar vantagem da queda de 45% no valor das ações", disse um porta-voz do grupo francês, que acusa a gestora de não apresentar um plano industrial para a operadora.

A Vivendi quer a convocação de uma assembleia de sócios para revogar o mandato dos conselheiros indicados pela Elliott. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA