Holanda compra 14% da Air France-KLM e irrita governo Macron

O governo francês diz não ter sido avisado sobre a operação

Holanda quer manter o aeroporto de Amsterdã como hub da KLM
Holanda quer manter o aeroporto de Amsterdã como hub da KLM (foto: EPA)
15:59, 28 FevROMA ZLR

(ANSA) - O Estado da Holanda comprou uma fatia de 14% do grupo Air France-KLM e acendeu um sinal de alerta na França, que possui uma participação de 14,3% na holding.

A operação, anunciada nesta quarta-feira (27), custou ao país 744 milhões de euros e pegou Paris de surpresa. "O governo francês não foi informado sobre essa decisão", disse o presidente Emmanuel Macron, cobrando "esclarecimentos" da Holanda.

O ministro holandês das Finanças, Wopke Hoekstra, viajará à França nesta sexta-feira (1º) para discutir a questão com seu homólogo Bruno Le Maire. O objetivo da escalada acionária seria proteger os interesses da Holanda e manter o aeroporto de Amsterdã-Schiphol como um dos hubs da Air France-KLM. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA