Economia da Itália fechará 2019 em recessão, diz OCDE

PIB do país deve encerrar o ano com contração de 0,2%

Manifestação de deputados do partido Irmãos da Itália no Parlamento
Manifestação de deputados do partido Irmãos da Itália no Parlamento (foto: ANSA)
11:16, 06 MarPARIS ZLR

(ANSA) - Contrariando todas as projeções do governo, a Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE) divulgou nesta quarta-feira (6) um relatório que prevê que a economia da Itália fechará 2019 em recessão.

O Produto Interno Bruto (PIB) do país encerrou 2018 com crescimento de 0,9%, mas já está em recessão técnica por acumular dois trimestres consecutivos de queda. Ainda assim, o governo populista da Liga e do Movimento 5 Estrelas (M5S) estima uma expansão de 1% neste ano.

Segundo a OCDE, contudo, a economia italiana deve sofrer contração de 0,2% em 2019, para subir 0,5% em 2020. As projeções são 1,1 e 0,4 ponto menores que as estimativas feitas pela entidade em novembro.

"A incerteza política, as tensões comerciais e a erosão da confiança dos consumidores" estão entre as razões que devem desacelerar o crescimento não apenas na Itália, mas em todo o mundo. De acordo com a OCDE, a zona do euro deve crescer apenas 1% em 2019, contra 1,8% da projeção anterior.

"Estamos perfeitamente cientes de que vivemos uma conjuntura econômica desfavorável", disse nesta quarta o primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, que recentemente chegou a afirmar que o 2019 da economia de seu país seria "belíssimo". (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA