FCA faz acordo de US$ 110 milhões com acionistas nos EUA

Investidores moviam ação contra o grupo automotivo

FCA faz acordo de US$ 110 milhões com acionistas nos EUA
FCA faz acordo de US$ 110 milhões com acionistas nos EUA (foto: ANSA)
14:12, 08 AbrNOVA YORK ZLR

(ANSA) - A Fiat Chrysler Automobiles (FCA) fechou um acordo para pagar US$ 110 milhões e encerrar uma disputa com acionistas que a acusavam de passar informações enganosas relativas a escândalo de fraudes em motores a diesel.

Segundo a agência Bloomberg, um grupo de investidores havia processado a FCA por conta da desvalorização das ações provocada pela admissão de falhas na realização de recalls. Os acionistas acusam o grupo automotivo de ter mentido sobre seu respeito às regras de segurança americanas.

O acordo, no entanto, ainda precisa ser aprovado por um tribunal federal. Em janeiro passado, a FCA já havia anunciado pactos que totalizam US$ 800 milhões para encerrar ações movidas pelo Departamento de Justiça dos EUA e por outros órgãos federais, pelos 50 estados americanos e por proprietários de 104 mil carros envolvidos em um escândalo de fraudes em emissões de poluentes.

O governo dos Estados Unidos acusava a empresa de ter equipado automóveis a diesel com um software que não teria sido declarado a inspetores durante os procedimentos de certificação. De acordo com o Departamento de Justiça, o sistema servia para burlar controles de poluentes em veículos Jeep Grand Cherokee e Ram 1500. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA