Fiat completa 120 anos de história e mira expansão

Empresa foi fundada em 11 de julho de 1899, em Turim

Fiat 500, um dos símbolos da montadora italiana
Fiat 500, um dos símbolos da montadora italiana (foto: Ansa)
11:31, 31 JulROMA ZLR

(ANSA) - Em meio a projetos de expansão e para fazer seus primeiros carros elétricos, a montadora italiana Fiat, parte integrante do grupo Fiat Chrysler Automobiles (FCA), completa 120 anos de história nesta quinta-feira (11).

Fundada por Giovanni Agnelli, membro de uma das famílias mais poderosas da Itália, a Fiat iniciou sua trajetória em 11 de julho de 1899, em Turim.

Seu nome é um acrônimo para "Fábrica Italiana de Automóveis Turim", e a empresa se tornou o principal grupo automotivo da Itália, com forte presença também no mercado sul-americano, especialmente no Brasil, onde opera desde 1976, com sua instalação em Betim (MG).

Para celebrar os 120 anos da montadora, os correios italianos lançaram um selo com uma imagem representando o Fiat 3½ HP, primeiro automóvel lançado pela empresa. Com tiragem de 400 mil exemplares, o selo é válido para encomendas com destino a países da Europa e do Mediterrâneo.

"A história da Fiat é o motor de diversos outros acontecimentos. É uma história que supera as fronteiras do automobilismo para entrar no cotidiano não apenas da Itália, como de todo o mundo", disse na semana passada o presidente da FCA, John Elkann.

A efeméride acontece duas semanas antes do aniversário de um ano da morte de Sergio Marchionne, considerado o responsável por salvar a Fiat da falência, em 2004, e a transformar em um dos principais grupos automotivos do mundo, capaz de comprar a gigante americana Chrysler, em 2009.

A fusão entre as duas empresas foi concluída em outubro de 2014, dando origem à FCA, que tem sede legal em Amsterdã, na Holanda, e base fiscal em Londres, no Reino Unido. O grupo inclui marcas como Alfa Romeo, Dodge, Jeep, Maserati e Ram.

Recentemente, a FCA fez uma proposta para se fundir à Renault, mas o projeto esbarrou na indecisão do governo da França. O grupo também planeja investir bilhões de euros no desenvolvimento de carros elétricos e híbridos. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA