Itália terá menor crescimento na UE em 2019 e 2020

PIB do país deve registrar expansão de 0,1% neste ano

Economia italiana encerrará 2019 praticamente estagnada
Economia italiana encerrará 2019 praticamente estagnada (foto: ANSA)
12:23, 10 JulBRUXELAS ZLR

(ANSA) - A Itália será o país com menor crescimento econômico em toda a União Europeia em 2019 e 2020, de acordo com projeções divulgadas nesta quarta-feira (10) pelo poder Executivo do bloco.

Segundo a Comissão Europeia, o Produto Interno Bruto (PIB) italiano terá expansão de 0,1% neste ano, atrás da Alemanha (+0,5%). A lista referente a 2019 é liderada por Malta (+5,3%), que aparece à frente de Hungria e Polônia (+4,4%).

Já em 2020 a economia da Itália deve crescer 0,7%, distante de Malta (+4,8%), da Romênia (+3,7%) e da Polônia (+3,6%), que encabeçam o ranking.

"O crescimento italiano é ligado sobretudo ao consumo privado, apoiado pelos preços de energia mais baixos e pela renda de cidadania. Mas esses fatores positivos devem ser atenuados por um mercado de trabalho menos dinâmico e pela perda de confiança dos consumidores", disse a Comissão Europeia.

Apesar disso, Bruxelas ressalta que as tensões no mercado financeiro na Itália se acalmaram após o governo ter corrigido as contas públicas para evitar o descumprimento de suas metas fiscais. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA