Chefe da Ferrari diz ser um 'luxo' ter Vettel e Leclerc

Estratégia da escuderia italiana custou a vitória na Rússia

Chefe da Ferrari diz ser um 'luxo' ter Vettel e Leclerc
Chefe da Ferrari diz ser um 'luxo' ter Vettel e Leclerc (foto: ANSA)
14:01, 30 SetSÃO PAULO ZRS

(ANSA) - Após a tensão do Grande Prêmio da Rússia de Fórmula 1, em Sóchi, o chefe de Ferrari, Mattia Binotto, afirmou que é um "luxo" ter o alemão Sebastian Vettel e o monegasco Charles Leclerc como dupla de pilotos.

Durante a corrida de domingo (29), Vettel superou Hamilton na largada e pulou para a primeira posição em uma tática da Ferrari para garantir a dobradinha, mas Leclerc passou a reclamar no rádio da demora para os dois inverterem as posições.

A troca ocorreu apenas na volta 27, quando Vettel fez sua parada nos boxes, mas o alemão teve de abandonar logo em seguida. A quebra do alemão acionou o safety car virtual e reduziu o ritmo da corrida. Hamilton,que liderava, aproveitou para parar nos boxes e voltar à frente de Leclerc.

"Eu ainda acredito que é um luxo. Temos dois pilotos fantásticos e é nisso que estou me baseando. Nosso julgamento foi de que o início foi como planejado e, portanto, achamos correto pedir a Seb [Vettel] que trocasse de posição. Eventualmente, os dois pilotos podem ter opiniões diferentes ao pilotarem o carro, mas isso é algo que podemos discutir com eles. Por isso, pedimos a Seb que devolvesse a posição, mas é justo o suficiente dizer que, naquela fase da corrida, talvez Charles [Leclerc] não estivesse perto o suficiente e teríamos perdido algum tempo na pista", disse Binotto em entrevista à emissora "Sky Sports".

 A vitória de Hamilton foi a sua 82ª na Fórmula 1, o que deixa o britânico a apenas nove triunfos de igualar o recorde de Michael Schumacher, que tem 91. Faltando cinco corridas para o fim do campeonato, o piloto da Mercedes tem agora 322 pontos, 73 a mais que Valtteri Bottas, segundo colocado.(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA