Circuito de Mugello sonha em substituir GP da China de F1

Etapa de Xangai foi adiada em decorrência do coronavírus

Circuito de Mugello sonha em substituir GP da China de F1
Circuito de Mugello sonha em substituir GP da China de F1 (foto: EPA)
15:07, 21 FevFLORENÇA ZRS

(ANSA) - Com o adiamento do Grande Prêmio da China de Fórmula 1 (F1), o circuito de Mugello, no norte da Itália, sonha em receber uma prova da categoria para substituir a etapa de Xangai, que seria entre os dias 17 e 19 de abril.

A esperança de receber a F1 foi depositada em uma nota compartilhada pelos prefeitos das cidades de Florença e Scarperia - onde a pista está localizada -, Dario Nardella e Federico Ignesti, respectivamente.

"Ter um Grande Prêmio de F1 no circuito de Mugello seria um evento extraordinário. Garantir o sucesso de um evento de prestígio como a F1 representaria um grande desafio, mas também uma grande oportunidade. Mugello é uma instalação bonita e premiada", disse Ignesti.

Já Nardella citou que Florença e Ferrari são sinais de "beleza e excelência". Além disso, o político afirmou que sediar uma prova da F1 "abriria oportunidades extraordinárias".

A Federação Internacional de Automobilismo (FIA) adiou a realização do GP da China no dia 12 de fevereiro em decorrência da epidemia de coronavírus. A expectativa, no entanto, é que a etapa de Xangai aconteça próximo do fim da temporada. Até o momento, a cidade possui 334 casos da doença confirmados, além de duas mortes.

O autódromo de Mugello, na Toscana, sonha desde o ano passado em receber a F1. O diretor da pista, Paolo Poli, disse na oportunidade que pretendia incluir o circuito italiano no calendário da F1 a partir de 2025.

O circuito foi inaugurado em 1974 e recebe anualmente as provas da MotoGP desde 1994. No entanto, a primeira vez que recebeu uma corrida da categoria foi em 1976. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA