Ferrari adia teste de pneus da F1 devido a coronavírus

Sessão ocorreria em 5 de março para avaliar compostos de 2021

Sebastian Vettel em treino de pré-temporada da F1 na Espanha
Sebastian Vettel em treino de pré-temporada da F1 na Espanha (foto: EPA)
14:31, 03 MarROMA ZLR

(ANSA) - A Ferrari adiou um teste que estava programado para 5 de março, em Fiorano, para desenvolver os pneus da Pirelli que serão usados na Fórmula 1 a partir de 2021.

O motivo é a epidemia do novo coronavírus na Itália (Sars-CoV-2), que já fez a montadora de Maranello restringir o acesso de pessoas à sua fábrica e a seus museus. A empresa tem sede na Emilia-Romagna, segunda região mais atingida pelo Sars-CoV-2 no país.

Os pneus atuais da F1 têm 13 polegadas, número que passará para 18 a partir da próxima temporada, quando haverá mudanças drásticas no regulamento da categoria. Tanto a Pirelli quanto a Ferrari adotaram políticas de limitar viagens de seus funcionários na Itália por causa da epidemia.

O calendário de testes permanece inalterado, e a sessão adiada será recuperada nos próximos meses. Segundo balanço divulgado nesta terça-feira (3) pela Defesa Civil, o coronavírus contaminou 2.263 pessoas na Itália e matou 79. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA