Ímola sediará GP de Fórmula 1; prova deve ser em novembro

Governo da Emilia-Romagna convocou coletiva para esta tarde

Ímola não recebe provas desde 2006 e é local de fim de semana trágico da F1
Ímola não recebe provas desde 2006 e é local de fim de semana trágico da F1 (foto: ANSA)
09:06, 24 JulBOLONHA ZGT

(ANSA) - A Fórmula 1 voltará a ter uma prova em Ímola, confirmam fontes do governo da Emilia-Romagna à ANSA nesta sexta-feira (24).

A prova deve ocorrer no dia 1º de novembro e o governador da região, Stefano Bonaccini, convocou uma coletiva de imprensa para hoje às 16h15 (11h15 no horário de Brasília).

Além do governador Bonaccini, estarão presentes na coletiva o assessor regional do Turismo, Selvatico Estense, o comissário da Prefeitura de Ímola, Nicola Izzo, e o presidente do Consórcio de Comunas de Ímola e Ravenna (ConAmi), Fabio Bacchilega.

Ímola, que era usada para sediar o GP de San Marino, sediou corridas da categoria entre 1981 e 2006. Apesar da quantidade de anos na categoria, a pista ficou ligada a um dos episódios mais trágicos da F1, com as mortes dos pilotos Roland Ratzenberger e Ayrton Senna em um mesmo final de semana de 1994.

Os rumores de volta da histórica pista aumentaram por conta da pandemia do novo coronavírus (Sars-CoV-2), com diversos países impondo restrições aos eventos e viagens estrangeiras.

Com a confirmação, é muito provável, por exemplo, que a F1 não tenha nenhuma prova nas Américas - Estados Unidos, Canadá, México e Brasil - por conta do descontrole da Covid-19 nessas localidades.

Essa será a terceira prova que a Itália sediará neste ano. No dia 6 de setembro, será disputado o GP que leva o nome do país em Monza e no dia 13 de setembro será realizado o GP da Toscana em Mugello. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA