Lewis Hamilton participa de vídeo que pede proteção da Amazônia

Ação criada pela WWF alerta para as queimadas recordes na região

Hamilton postou vídeo em que aparece pedindo pela proteção da floresta amazônica
Hamilton postou vídeo em que aparece pedindo pela proteção da floresta amazônica (foto: EPA)
09:36, 17 SetSÃO PAULO ZGT

(ANSA) - O piloto de Fórmula 1 Lewis Hamilton é um dos participantes de um vídeo da ONG WWF do Reino Unido que alerta para as queimadas recordes na Amazônia e que pede ajuda para financiar entidades que atuam na proteção da floresta.

Divulgada nesta quinta-feira (16) pelo hexacampeão da categoria, a postagem destaca que "se nós perdermos a Amazônia, nós perderemos a luta contra a crise climática". "É assim simples. E o tempo está correndo. Junte-se a mim e a WWF UK para ajudar a acabar com os incêndios", diz ainda no post do Instagram.

No vídeo, os participantes seguram um fósforo e relatam os incêndios na floresta.

"No último verão [europeu], a floresta Amazônica queimou. As queimadas foram deliberadas, focadas no desmatamento. Isso causou uma devastação generalizada e um sofrimento inimaginável para as comunidades indígenas e a vida selvagem que vive lá", diz Hamilton ao abrir o vídeo.

 

No ano passado, o britânico também postou mensagens sobre as queimadas na Amazônia e se ofereceu para ajudar as Nações Unidas da maneira que "fosse possível".

Hamilton vem tendo uma postura em defesa do meio ambiente já alguns anos e incentiva ações de preservação ambiental. No início deste ano, por exemplo, ele doou US$ 500 mil para ajudar entidades na Austrália a conterem os graves incêndios registrados no país.

Recentemente, também fez campanha para ajudar as Ilhas Maurício na luta contra o derramamento de óleo causado por um navio japonês que encalhou no país e apareceu em um vídeo ajudando a limpar uma praia do lixo que vem do mar. Além disso, o britânico sempre posta mensagens sobre crimes ambientais ao redor do mundo.

O hexacampeão ainda tem sido um defensor dos direitos dos negros, participando ativamente de ações que pedem por igualdade racial tanto no esporte como na sociedade - tendo participado, inclusive, de um protesto do Vida Negras Importam em Londres. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA