Alemanha vence França e é a primeira semifinalista

Alemães marcaram 1 a 0 ainda no primeiro tempo

Benzema tentou, mas França foi eliminada pela a Alemanha. (foto: EPA)
21:57, 04 JulSÃO PAULO ZGT

(ANSA) - Em um jogo tranquilo, a seleção alemã se tornou a primeira equipe a avançar para as semifinais da Copa do Mundo. A vitória de 1 a 0 sobre a França, no Maracanã, foi construída no início do primeiro tempo. Depois, os alemães se seguraram muito bem na defesa e impediram o empate francês. Com a classificação, a Alemanha se tornou a primeira seleção da história a ir para quatro semifinais consecutivas em Copas, somando 13 semis em sua história.

O jogo começou estudado, com a Alemanha dominando a posse de bola e a França se fechando na defesa. Apesar disso, aos 7 minutos, o primeiro chute a gol foi da França, com Benzema. As duas equipes seguiram trocando passes no meio de campo e, aos 13 minutos, Toni Kroos bateu falta para Hümmels marcar de cabeça e abrir o placar para os alemães.

A partida seguia morna, mas a Alemanha era muito mais objetiva quando ia para o ataque. A seleção da França não conseguia levar nenhum perigo ao gol de Neuer. Valbuena era o único que tentava criar alguma jogada mais inteligente no meio de campo, mas a zaga alemã não permitia nenhum avanço mais eficiente.

Aos 33 minutos, a França conseguiu fazer uma linda jogada com Valbuena e obrigou Neuer a fazer uma grande defesa. No rebote, Benzema desperdiçou a chance. Os alemães continuaram a dominar de tal forma o confronto, que Benzema só teve uma nova chance aos 41minutos, quando cabeceou e Hümmels interceptou. Dois minutos depois, Benzema chutou fraco de fora da área, mas Neuer defendeu com facilidade.

O segundo tempo do confronto começou um pouco diferente, com a França indo mais para o ataque. Os alemães seguiram fechados na defesa e marcando por pressão. Logo aos 3 minutos, Valbuena cobrou uma falta e Evra apareceu livre para cabecear, mas Neuer estava atento e evitou o gol francês. Só aos 6 minutos os alemães chegaram ao ataque, mas a defesa adversária estava bem postada.

As duas equipes começaram, então, a trocar ataques e contra-ataques e ambas tentavam marcar um gol. A França voltou mais bem postada para a metade final do confronto, apostando em cruzamentos para a grande área com Evra e Matuidi. Aos 24 minutos, Joachim Löw tirou Klose e optou por Schürrle. A partida de hoje marcou mais um recorde para Klose.

Ao estar em campo pela 22ª vez, ele assumiu a terceira posição entre os jogadores que mais disputaram jogos em Mundiais. Matthäus, com 25, e Paolo Maldini (23), lideram o ranking.

Aos 30 minutos, os franceses voltaram a atacar com Benzema, mas Hümmels era um gigante na zaga e não deixava a bola passar. Nas poucas vezes que eles conseguiram chutar ao gol, como aos 31 minutos com Evra, Neuer defendia com muita segurança.

Aos 35 minutos, Müller cruzou para a grande área, Özil furou e Schürrle obrigou Lloris a fazer uma linda defesa. Após o lance, Özil foi substituído por Götze. Aos 41 minutos, Schürrle perdeu mais um gol incrível, após boa jogada de Müller. A França foi toda para o ataque, mas não adiantou. Neuer defendeu chute de Benzema no último minuto. Agora, os alemães esperam o vencedor do confronto entre Brasil e Colômbia. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA