Pelé presta homenagem a Cruyff: 'Deixou legado'

Um dos maiores jogadores da história morreu nesta quinta-feira

Johan Cruyff e Pelé durante encontro na Holanda em 1999
Johan Cruyff e Pelé durante encontro na Holanda em 1999 (foto: EPA)
11:58, 28 MarROMA ZLR

(ANSA) - Maior jogador de futebol de todos os tempos, o rei Pelé homenageou nesta quinta-feira (24) um dos homens que mais chegaram perto de igualar seu talento e importância para o esporte mais amado do mundo: Johan Cruyff, morto aos 68 anos em decorrência de um câncer de pulmão.

 

"Johan Cruyff foi um grande jogador e treinador. Ele deixa um legado muito importante para a nossa família do futebol. Perdemos um grande homem. Que nós continuemos seu exemplo de excelência", escreveu o brasileiro em seu perfil no Facebook.

 

 

Johan Cruyff was a great player and coach. He leaves a very important legacy for our family of football. We have lost a...

Publicado por Pelé em Quinta, 24 de março de 2016

 

Pelé e Cruyff se enfrentaram em campo em 1974, na disputa pelo terceiro lugar do Troféu Ramón de Carranza. Eles defendiam Santos e Barcelona, respectivamente, e a partida terminou com vantagem para a equipe catalã: 4 a 1. Uma foto dos dois gênios tirada durante o jogo está exposta no museu do Camp Nou.

 

O holandês é considerado o maior jogador da história de seu país e um dos melhores de todos os tempos, sendo colocado ao lado de nomes como Maradona, Zico e Puskás. Ele era a principal estrela da seleção que encantou o mundo na Copa de 1974 e ficou conhecida como "Carrossel Holandês" devido ao estilo de jogo que ignorava as posições pré-definidas e pregava o "futebol total".

 

 

Como jogador, ele também foi ídolo de Ajax e Barcelona, clubes que ainda treinou após pendurar as chuteiras. Na Catalunha, comandou uma fase gloriosa da equipe blaugrana e plantou a semente do estilo de toque e posse de bola que seria levado ao auge com Pep Guardiola e Luis Enrique.

 

Entre seus principais títulos estão três Copas dos Campeões da Europa - atual Liga dos Campeões - como jogador (1970-71, 1971-72 e 1972-73, todas pelo Ajax) e uma como técnico (1991-92, pelo Barcelona). Além disso, foi multicampeão nacional na Holanda e na Espanha. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en