Meninos que sobreviveram à tragédia na Itália conversam com Dybala

Edoardo e Samuel conversaram com o jogador por vídeo

Edoardo Di Carlo foi um dos sobreviventes do hotel Rigopiano
Edoardo Di Carlo foi um dos sobreviventes do hotel Rigopiano (foto: ANSA)
17:14, 25 JanPESCARA ZGT

(ANSA) - Os pequenos Edoardo di Carlo, 9 anos, e Samuel Di Michelangelo, 7, que sobreviveram à avalanche que atingiu o hotel Rigopiano, em Farindola, na Itália, conversaram por vídeochamada com o atacante da Juventus Paulo Dybala.

O bate-papo desta terça-feira (24) foi organizado por um dos psicólogos do hospital onde os dois estavam internados. A conversa deixou Edoardo e Samuel extremamente "felizes" e os dois foram convidados por Dybala para fazer uma visita ao centro de treinamento da Juventus em Turim. Horas após a conversa, eles receberam alta hospitalar.

O hotel Rigopiano foi atingido por uma avalanche na última quarta-feira (18), após a Itália enfrentar uma série de terremotos.

As equipes de buscas conseguiram retirar os dois meninos na última sexta-feira (20), sendo que eles foram resgatados cerca de 50 horas após ficarem soterrados. Os pais de Edoardo morreram na tragédia e os pais de Samuel ainda não foram localizados no prédio.

Quase uma semana após a tragédia, os socorristas trabalham 24 horas por dia para retirar vítimas ou sobreviventes do local. Até o momento, 16 corpos foram resgatados, 11 sobreviveram - incluindo os dois meninos - e outros 13 continuam desaparecidos. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA