Roma é vice-campeã em despedida emocionante de Totti

Time da capital venceu Genoa por 3 a 2 no estádio Olímpico

Roma é vice-campeã em despedida emocionante de Totti (foto: ANSA)
15:57, 28 MaiROMA ZBF

(ANSA) -Após 24 anos, o lendário capitão da Roma, Francesco Totti, entrou em campo pela última vez neste domingo e ajudou seu time a vencer o Genoa, consagrando-se vice-campeão do Campeonato Italiano.
   

Rodeado de homenagens vindas de outros times, como a Inter de Milão, e até da prefeita de Roma, Virginia Raggi, o camisa 10 foi recebido no Estádio Olímpico com faixas e gritos.
   

 

 

Os torcedores, que esgotaram os mais de 70 mil ingressos para a partida, fizeram uma coreografia e seguraram uma faixa de "Totti é a Roma". Emocionado, o jogador se aproximou da arquibancada sul para agredecer o carinho. No telão do estádio, foram exibidos vídeos de outros jogadores elogioando Totti, como Del Piero, Buffon, David Beckham, Sergio Ramos, Seedorf, Gerrard e De Rossi, o qual deve assumir a faixa de capitão do astro.
   

Totti, porém, não foi escalado no time principal pelo técnico Luciano Spalletti, que foi vaiado pela torcida e, de acordo com a imprensa esportiva, pode deixar o comando do time e assumir a Inter.
   

Totti entrou em campo somente no segundo tempo, quando o placar estava em 1 a 1. Além da festa a Totti, os torcedores no estádio Olímpico prestaram uma homenagem às vítimas do atentado terrorista em Manchester, na última segunda-feira (22), durante um show da cantora americana Ariana Grande.

"Manchester, Roma está com você. Adeus, pequenos anjos", foi a faixa colocada pelos torcedores para recordar os 22 mortos, a maioria crianças e adolescentes.

O jogo - O Genoa abriu ao placar com Pietro Pellegri no primeiro tempo, mas a Roma empatou com Edin Dzeko.
   

Sucessor de Totti, quem o próprio capitão chama de "irmão", De Rossi conseguiu tirar o empate no segundo tempo e virar o jogo.
   

Mas a felicidade da Roma durou poucos minutos, porque logo Lazovic marcou mais um para o Genoa.
   

Faltando menos de cinco minutos para o fim da partida, Perotti fez o terceiro gol da Roma e garantiu o título de vice-campeã no Italiano.
   

A partida de hoje foi a última do Campeonato Italiano, vencido pela Juventus com uma rodada de antecedência, que acumulou seu sexto título. O futuro de Totti ainda é incerto. Não há confirmação se o camisa 10 se aposentará dos campos e virará dirigente esportivo, ou se seguirá sua carreira no exterior.

Carta

“Infelizmente, chegou o momento que eu esperava que não chegasse jamais”, disse o lendário capitão da Roma, ao lado de sua família, ao ler uma carta para a torcida.

“Nos últimos dias, eu li muitas coisas sobre mim, lindíssimas. Chorei todos os dias, porque 25 anos não são esquecidos assim. E por isso mesmo, quero agradecer a todos, mesmo que não seja fácil”, disse o camisa 10.

“Eu também escrevi uma carta para vocês, mas não sei se vou conseguir ler, vou tentar”, confessou. “É impossível contar tantos anos de história em poucas frases. É mais fácil me expressar com os pés”.

Criticando o “maldito tempo” que trouxe o dia da sua saída da Roma, Totti contou que “viveu um sonho”. “Sabe que quando você dorme, sonha algo bom e sua mãe vem te acordar? É isso que sinto, mas não é um sonho, é realidade”, disse.

“Agora acabou de verdade, tiro a camisa pela última vez. Vou guardá-la bem, porque não estou pronto para dizer adeus, e talvez eu nunca esteja. Apagar a luz não é fácil”, afirmou o capitão da Roma, que recebeu de resposta da torcida a música “Non ti lascerò mai” (“Não te deixarei jamais”).

“Agora vou descer as escadas, entrar no vestiário que me acolheu quando criança, e o qual eu deixo agora como um homem.Eu amo vocês”, finalizou Totti. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA