Agente revela que Tite queria convocar Jorginho em 2018

Meio-campista acabou chamado para defender a Itália

Jorginho foi convocado para repescagem das Eliminatórias
Jorginho foi convocado para repescagem das Eliminatórias (foto: ANSA)
16:03, 08 NovROMA ZLR

(ANSA) - O empresário do meio-campista ítalo-brasileiro Jorginho, João Santos, revelou nesta quarta-feira (8) que o técnico Tite pretendia convocar o jogador em março de 2018, para os últimos amistosos antes do anúncio da lista oficial para a Copa do Mundo.

A declaração foi dada em entrevista à emissora italiana "Radio Sportiva", durante a qual o agente confirmou que a opção de Jorginho, destaque do Napoli, pela Azzurra é definitiva. "O plano do estafe verde-amarelo era convocá-lo em março, no último amistoso antes do Mundial. A Itália antecipou a escolha, e Jorginho vestirá a camisa azul", disse.

O meio-campista foi convocado por Gian Piero Ventura para a repescagem das Eliminatórias da Europa contra a Suécia, após o treinador ter sido muito criticado por "ignorar" o bom futebol apresentado pelo ítalo-brasileiro com a camisa do Napoli.

Segundo o técnico da Itália, ele não se encaixava no "estilo de jogo" da seleção. "Jorginho está à disposição para fazer o máximo, e se o técnico precisar, ele está pronto. A escolha foi feita", garantiu Santos.

Jorginho tem 25 anos, está no Napoli desde 2014 e é peça central de um time que, sob o comando de Maurizio Sarri, lidera o Campeonato Italiano e apresenta o futebol mais envolvente do país. No entanto, ao ser "esquecido" por Ventura, passou a ser cogitado por Tite, que buscava uma alternativa a Casemiro e Fernandinho. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA