Ancelotti decidirá em junho se assume a seleção da Itália

Seleção italiana está sem técnico desde novembro de 2017

Ancelotti decidirá em junho se assume a seleção da Itália (foto: ANSA)
10:06, 19 MarROMA E NOVA YORK ZBF

(ANSA) - Sem clube há seis meses, o técnico Carlo Ancelotti afirmou que irá decidir em junho se aceita comandar a seleção da Itália, que está sem treinador desde o vexame das Eliminatórias para a Copa do Mundo de 2018, na Rússia.

A Itália está sem um treinador efetivo desde novembro, quando Giampiero Ventura foi demitido do cargo após a eliminação nas Eliminatórias do Mundial de 2018 diante da Suécia. Desde então, quem assumiu a seleção de forma interina foi o ex-jogador Luigi Di Biagio, técnico da Azzura sub-21.

No entanto, a Federação Italiana de Futebol (Figc) já expressou o interesse de contratar um comandante mais experiente e, entre tantas opções, um dos grandes favoritos é Carlo Ancelotti, mas ele afirmou que sua resposta definitiva será em junho."A seleção da Itália é uma decisão que ainda não tomei, vamos esperar em junho", disse Ancelotti em entrevista à ANSA.

Por outro lado, a disputa do cargo de treinador da Itália poderá ganhar um novo candidato. O treinador Vincenzo Montella, do Sevilla, admitiu hoje (19) que está disposto a comandar a Azzurra se for chamado.

"Para um treinador italiano, ser chamado para treinar a seleção nacional é um sonho, se isso acontecer comigo eu gostaria, mas até o momento me parece muito longe da possibilidade", disse Montella.

Além de Ancelotti e Montella, os outros prováveis nomes que estão na mira da Figc para comandar a seleção italiana são: Antonio Conte, Roberto Mancini e Claudio Ranieri.

Fora da Copa de 2018 e sob o comando de Luigi Di Biagio, a Itália enfrentará a Argentina em 23 de março e a Inglaterra quatro dias depois. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA