Série A 2017/18 começou como nunca, mas terminou como sempre

Edição mais disputada dos últimos anos acabou com Juve campeã

Juventus celebra sétimo título seguido na Série A
Juventus celebra sétimo título seguido na Série A (foto: ANSA)
21:44, 21 MaiSÃO PAULO ZLR

(ANSA) - Novamente conquistada pela Juventus, a Série A do futebol italiano teve na temporada 2017/18 uma das edições mais disputadas dos últimos tempos.

Diferentemente das outras principais ligas da Europa, como a Premier League ou o Campeonato Espanhol, a Série A foi decidida apenas na penúltima rodada, com o empate sem gols entre Juventus e Roma - na Alemanha, por exemplo, o Bayern de Munique conquistou o título com cinco rodadas de antecedência.

A Juventus se sagrou campeã com 95 pontos e faturou seu 34º título italiano, sendo o sétimo consecutivo. No entanto, o Napoli quase conseguiu encerrar a hegemonia da Velha Senhora, após ter liderado a maior parte do torneio.

Porém, após ter vencido a Juventus em Turim e ter colocado fogo na disputa pelo título, o clube "azzurro" tropeçou nas rodadas finais e deixou escapar a chance de levantar o "Scudetto". O time comandado por Maurizio Sarri terminou a competição com 91 pontos.

A artilharia ficou dividida entre os atacantes Ciro Immobile, da Lazio, e Paulo Dybala, da Juventus, ambos com 29 gols. Já o jogador que deu mais assistências foi o meio-campista Luis Alberto, também da Lazio, com 14. A Juve terminou a Série A com a defesa menos vazada, tomando apenas 24 tentos, enquanto o Benevento foi a equipe que mais levou gols, 84.

Europa

A briga para garantir a última vaga na Liga dos Campeões foi decidida somente nos minutos derradeiros da rodada final, na partida entre Inter de Milão e Lazio. Os "nerazzurri" conseguiram uma virada milagrosa em cima do clube da capital por 3 a 2 e garantiram a quarta colocação pelos critérios de desempate.

Detentora de três títulos na Champions, a Inter retorna ao torneio após seis temporadas ausente. Com 77 pontos, a Roma terminou a Série A na terceira colocação e, assim como Juventus e Napoli, também disputará a principal competição do futebol europeu.

Os representantes italianos na Liga Europa serão a Lazio, que ficou em quinto lugar, com 72 pontos, o Milan, que encerrou o torneio em sexto, com 64, e a Atalanta, sétima colocada, com 60.

Já Fiorentina (8º), Torino (9º) e Sampdoria (10º) brigavam para conquistar uma vaga nas competições internacionais, mas ficaram no meio da tabela e não disputarão nenhum torneio além do Campeonato Italiano e da Copa da Itália na próxima temporada.

Rebaixamento

Benevento (20º) e Hellas Verona (19º) já estavam automaticamente rebaixados na rodada final, quando foi decidida a terceira e última vaga na Série B, em uma disputa entre cinco times.

As vitórias de Chievo (13º), Udinese (14º), Cagliari (16º) e Spal (17º) salvaram estas quatro equipes. Já o Crotone perdeu para o Napoli por 2 a 1 e ficou com 35 pontos, três abaixo do primeiro fora da zona de rebaixamento, e também caiu.

Dois dos três times promovidos à Série A já são conhecidos. O campeão Empoli retorna à elite do futebol italiano após ter sido rebaixado em 2017. Outro que confirmou seu retorno é o Parma, que garantiu a segunda colocação e voltou para a principal divisão do "calcio".

Vale relembrar que o clube faliu em 2015 e precisou recomeçar sua história a partir da Série D, conseguindo três acessos em três temporadas. A última vaga na Série A será disputada em um playoff com seis equipes: Frosinone, Palermo, Venezia, Bari, Cittadella e Perugia. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA