Cristiano Ronaldo entra no 'panteão' de craques da Juventus

Português será herdeiro de nomes como Platini, Zidane e Baggio

Cristiano Ronaldo entra no 'panteão' de craques da Juventus (foto: EPA)
17:59, 11 JulROMA ZLR

(ANSA) - Cristiano Ronaldo na Juventus é a transferência do ano, uma febre que está afetando os milhões de torcedores "bianconeri", mas que, além disso, estimula e atrai os olhos do mundo inteiro ao futebol italiano.

A Série A viverá com os holofotes nas televisões mundiais. Será um retorno aos anos 1980 e 1990, quando o futebol italiano era considerado o campeonato mais disputado do mundo. De Ronaldo "Fenômeno" a Diego Armando Maradona, de Zico a Falcão, dos holandeses do Milan aos alemães da Inter de Milão.

Atualmente, o torneio é menos chamativo e está atrás dos Campeonatos Inglês e Espanhol. No entanto, com a chegada de Ronaldo, o futebol italiano ganha uma nova esperança de dar a volta por cima e retornar entre as principais ligas do mundo.

A Juventus é a atual heptacampeã italiana, e seu grande objetivo com Cristiano Ronaldo é voltar a conquistar a sonhada Liga dos Campeões. O craque português venceu o torneio continental cinco vezes e, em 11 anos, marcou 120 gols, 18 a mais do que todos os assinalados pela "Velha Senhora" no mesmo período.

A chegada de Cristiano Ronaldo em Turim faz dele a maior contratação da história da Juventus, que já teve uma série de talentosos jogadores que marcaram época não só no clube italiano, mas no futebol mundial.

Assim como o argentino Lionel Messi, CR7 venceu cinco vezes o prêmio de melhor jogador do mundo, enquanto nove Bolas de Euro foram conquistadas pelo "panteão" de craques que passaram pela Juve.

O francês Michel Platini venceu o prêmio três vezes consecutivas, de 1983 a 1985. Além do craque francês, também foram eleitos pela Juventus: Omar Sivori (1961), Paolo Rossi (1982), Roberto Baggio (1993), Zinédine Zidane (1998), Pavel Nedved (2003) e Fabio Cannavaro (2006).

Por 112 milhões de euros, o astro português também é a transferência mais cara da história da Juventus, superando as de Gonzalo Higuaín (90 milhões de euros), Gianluigi Buffon (45 milhões), Pavel Nedved (41 milhões) e Paulo Dybala (40 milhões). (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA