Após polêmicas, federação confirma Séries B e C da Itália

Segunda divisão terá três clubes a menos do que o habitual

Falência do Bari ajudou a reduzir times na Série B
Falência do Bari ajudou a reduzir times na Série B (foto: Reprodução/Facebook)
14:40, 13 SetSÃO PAULO ZLR

(ANSA) - Após muitas polêmicas e brigas judiciais, a Federação Italiana de Futebol (Figc) bateu o martelo e finalmente confirmou a temporada 2018/19 das Séries B e C do campeonato nacional.

Ao contrário da terceira divisão (Lega Pro), que ainda não começou, a Série B vai para a terceira rodada com 19 clubes, três a menos em relação às temporadas anteriores. A redução de times aconteceu por conta das falências de três equipes que disputaram a segunda divisão em 2017/18: Cesena, Avellino e Bari. Com três vagas abertas, ao menos seis clubes entraram na Justiça para conseguir jogar o torneio.

No entanto, as ações de Ternana, Novara, Virtus Entella e Pro Vercelli para cancelar seus respectivos rebaixamentos para a Série C foram negadas pelo Comitê Olímpico Nacional Italiano (Coni). Já os recursos de Catania e Siena, também rejeitados, pediam o acesso da terceira para a segunda divisão - ambos disputaram os playoffs da Série C na última temporada.

O presidente do Virtus Entella, Antonio Gozzi, afirmou que a decisão do Coni "é uma piada", além de dizer que a Justiça Desportiva "está sujeita a influências de todos os tipos". Já o mandatário do Pro Vercelli, Massimo Secondo, alegou que recorrerá ao Tribunal Administrativo Regional (TAR) do Piemonte, além de chamar a gestão da Série B de "escandalosa".

A Série C, por sua vez, terá início na próxima quarta-feira (19), com 59 clubes divididos em três grupos. As chaves A e B possuem 20 equipes, enquanto a C tem 19. A grande novidade da competição é a presença do time B da Juventus, que estreará no grupo A diante do Alessandria. A terceira divisão também foi prejudicada por falências de clubes, como Mestre, Reggiana, Fidelis Andria e Vicenza.

Por fim, a Série D também não começou por conta da polêmica envolvendo as divisões superiores. A quarta divisão, que é amadora, terá início neste domingo (16), com quase 165 clubes divididos em oito grupos. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA