Cristiano Ronaldo é acusado de estuprar mulher em Las Vegas

Vítima revelou ter sido paga pelo atleta para manter silêncio

Soccer: Serie A; Frosinone-Juventus (foto: ANSA)
19:57, 28 SetSÃO PAULO ZCC

(ANSA) - O craque português Cristiano Ronaldo foi acusado de estuprar uma mulher norte-americana em um hotel de Las Vegas, em 2009, revelou a revista alemã "Der Spiegel" nesta sexta-feira (28).
   

Kathryn Mayorga, 34 anos, teria sido abusada sexualmente depois de conhecer o atleta em um clube. As acusações contra o atacante da Juventus foram enviadas à publicação há cerca de um ano e meio pela plataforma digital "Football Leaks".
   

De acordo com a revista, Cristiano Ronaldo teria subornado a vítima com um pagamento de US$375 mil para que o escândalo não se tornasse público. O atleta nega as acusações e afirma que o sexo foi consensual.

Na entrevista, Mayorga relata ter aceitado o dinheiro por medo de acontecer alguma coisa com ela e sua família.

Segundo a vítima, após cometer o abuso, o camisa 7 da Velha Senhora chegou a perguntar se ela tinha dores. "Sou 99% bom, não sei o que é este 1%", teria dito ele. A mulher acionou a polícia após se relacionar com o português, mas não revelou o nome do jogador.

O caso veio à público no ano passado, mas somente agora a "Der Spiegel" revelou detalhes sobre a polêmica. Em comunicado enviado à agência "Reuters", o advogado do atleta, Christian Schertz, afirmou que vai processar a revista alemã por "publicar acusações ilegais".

O português é um dos grandes nomes do futebol e já foi eleito o melhor jogador do mundo por cinco vezes. Atualmente, ele defende a camisa do clube italiano Juventus, que não comentou a denúncia. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en