Mais uma mulher acusa Cristiano Ronaldo de estupro

Nova denúncia foi revelada pelo jornal britânico "The Sun"

Mais uma mulher acusa Cristiano Ronaldo de estupro (foto: ANSA)
20:31, 05 OutSÃO PAULO E ROMA ZCC

(ANSA) - O astro português Cristiano Ronaldo foi alvo nesta sexta-feira (5) de mais uma acusação de estupro. Dessa vez, ele teria abusado sexualmente uma mulher em um hotel de Londres, na Inglaterra, em 2005.
   

A denúncia foi revelada pelo jornal britânico "The Sun" e relata que, na ocasião, o atacante da Juventus chegou a ser preso pela polícia britânica, mas, depois de prestar depoimento, acabou sendo liberado mediante a pagamento de fiança.
   

O caso teria ocorrido quando o craque ainda jogava no Manchester United, no Hotel Sanderson e só não se tornou público porque a vítima, que não foi identificada, retirou as acusações, informou a publicação.

Entenda o caso

Na última semana, a revista alemã "Der Spiegel" publicou novos detalhes de um caso revelado no início do ano. A polêmica gira em torno da primeira denúncia feita pela norte-americana Kathryn Mayorga que afirmou ter sido abusada sexualmente por CR7 depois de ter conhecido o jogador da Velha Senhora em uma boate em 12 de junho de 2009.

A publicação ainda informou que Cristiano Ronaldo teria subornado a vítima com um pagamento de US$ 375 mil para que o escândalo não se tornasse público. A mulher, por sua vez, relatou que aceitara a quantia por medo de acontecer alguma coisa com ela e sua família.
   

O atacante do clube italiano, por sua vez, negou as acusações e disse, nas redes sociais, que não ressaltaria um "espetáculo midiático montado".
   

Segundo o jornal "Marca", para enfrentar as acusações, o craque português contratou o advogado David Chesnoff, conhecido por defender personalidades famosas, como Mike Tyson, André Agassi, Shaquille O'Neal, Leonardo di Caprio, entre outros.

Entretanto, a polêmica também pode causar prejuízo para o atacante da Juventus. De acordo com o jornal britânico, Cristiano poderá perder até 1 bilhão de libras caso seus patrocinadores resolvam encerrar os contratos feitos com ele.
   

Ainda conforme a publicação, a EA Sports, dona de um jogo de videogame, teria revelado que está "monitorando de perto" as denúncias contra ele, porque espera "que os atletas e embaixadores da cobertura se comportem de maneira consistente com os valores da empresa", disse um porta-voz da marca.

Além disso, a Nike, por exemplo, o contratou com um acordo vitalício, assinado no final de 2016, valendo 760 milhões de libras. O "The Sun" ainda relata que Cristiano é o jogador com maior apelo midiático. 

Ações da Juventus

As ações da Juventus caíram drasticamente nesta sexta-feira (5), após o atacante Cristiano Ronaldo ser novamente acusado de estupro.

Os preços das ações do clube na bolsa italiana, que atingiram níveis recordes depois que o craque português vestiu a camisa da Velha Senhora em julho, sofreu uma queda de quase 10% de seu valor.

Além disso, a conta do Twitter da Juventus foi alvo de diversas críticas após publicar um comunicado no qual defende Cristiano Ronaldo.

Segundo o time, as supostas denúncias "que datam de quase 10 anos atrás" não mudam a opinião deles sobre o jogador, considerado um "grande campeão". (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA