Presidente do Flamengo quer negociar acordos individuais

Rodolfo Landim concedeu primeira entrevista sobre incêndio

Rodolfo Landim foi eleito presidente do Flamengo no fim do ano passado
Rodolfo Landim foi eleito presidente do Flamengo no fim do ano passado (foto: EPA)
14:42, 24 FevSÃO PAULO ZLR

(ANSA) - O presidente do Flamengo, Rodolfo Landim, disse neste domingo (24) que o clube quer negociar em separado com cada família o valor das indenizações pela morte de 10 atletas da base no incêndio no Centro de Treinamento George Helal, o Ninho do Urubu, no último dia 8.

"A gente entende que deve conversar em separado com cada família. A gente não abre mão disso", disse Landim, em sua primeira entrevista depois da tragédia.

O cartola informou que, na última sexta-feira (23), iniciou conversas em separado com as famílias dos jovens e que tem outras marcadas para esta semana. "Não posso garantir que todas vão seguir este caminho. Esta é a nossa vontade", disse, referindo-se aos acordos.

Alegando questões de segurança para as próprias famílias e sigilo de Justiça, Landim não revelou os valores oferecidos pelo clube, mas afirmou que não são de R$ 300 mil a 400 mil, mais um salário mínimo por mês, por 10 anos, para cada família, como havia sido divulgado pela imprensa. (ANSA)

Fonte: Agência Brasil

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA