Torcedor da Roma é condenado por briga em Liverpool

Simone Mastrelli, de 30 anos, pegou 3 anos e meio de prisão

Torcedor da Roma é condenado por briga em Liverpool (foto: ANSA)
15:15, 28 FevPRESTON ZRS

(ANSA) - Um torcedor da Roma foi condenado nesta quinta-feira (28) a três anos e meio de prisão por seu envolvimento na confusão entre os ultras do clube italiano e do Liverpool antes da primeira partida da semifinal da Liga dos Campeões, em 2018, que deixou uma pessoa gravemente ferida.

Simone Mastrelli, de 30 anos, admitiu perante o Tribunal de Preston, no Reino Unido, que agrediu o torcedor do Liverpool, Sean Cox, que ficou em coma e com graves danos cerebrais.

Na audiência, foi revelado que o irlandês, de 53 anos, foi para a cidade de Liverpool assistir a partida com seu irmão, até que nas proximidades do estádio Anfield, ele se viu por acaso no meio do confronto entre italianos e ingleses.

Na ocasião, imagens de TV local mostraram um grupo de cerca de 25 torcedores perto do estádio. Diversas pessoas foram flagradas usando martelos e garrafas de vidro na pancadaria.

Outros dois torcedores giallorossi, Daniele Sciusco e Filippo Lombardi, foram condenados pelas autoridades de Merseyside por "desordem violenta", após também terem participado da briga contra os torcedores do Liverpool.

Cox foi atingido em cheio na cabeça por um cinto e o ferimento foi tão grave, que o irlandês passou três meses em coma, recuperando a consciência apenas em julho passado. O presidente da Roma, James Pallotta, e o próprio clube italiano doaram 150 mil euros ao torcedor dos Reds.(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA