Figc inicia investigação por gesto de Kessié e Bakayoko

Jogadores exibiram a camisa da Lazio para torcida como um troféu

Figc inicia investigação por gesto de Kessié e Bakayoko
Figc inicia investigação por gesto de Kessié e Bakayoko (foto: ANSA)
12:28, 14 AbrROMA ZRS

(ANSA) - A Procuradoria da Federação Italiana de Futebol (Figc) iniciou neste domingo (14) uma investigação contra os meias Franck Kessié e Tiémoué Bakayoko , do Milan, após os dois jogadores terem usado uma camisa do zagueiro Francesco Acerbi, da Lazio, como um troféu na vitória de ontem (13) do clube rossonero sobre o time da capital.

A polêmica começou fora dos gramados, quando Acerbi afirmou nas redes sociais que não havia "comparação" entre as equipes da Lazio e do Milan. Bakayoko, por sua vez, respondeu o comentário dizendo que a situação seria resolvida no confronto entre os dois clubes.

Após a vitória do Milan por 1 a 0, Acerbi e Bakayoko trocaram camisas como forma de encerrar a polêmica. Em seguida, o atleta francês e Kessié celebraram o resultado apontando a camisa do jogador italiano para a torcida rossonera, exibindo ela como um troféu.

O gesto de Bakayoko e Kessié foi muito criticado pelo próprio Acerbi quanto por Ciro Immobile, atacante da Lazio. O zagueiro italiano acusou os dois jogadores de "fomentarem o ódio".

O técnico do Milan, Gennaro Gattuso, pediu desculpas na coletiva de imprensa pelo gesto e afirmou que os grandes clubes precisam "limitar" as redes sociais de seus jogadores.

"Pedimos desculpas por isso. Chegou o tempo dos grandes clubes começarem a limitar as redes sociais dos seus profissionais. Eles têm que se concentrar mais no treino do que rodarem os polegares nos celulares", disse Gattuso.

Os dois atletas pediram desculpas mais tarde pelas redes sociais, insistindo que a celebração era apenas uma brincadeira e não um insulto.

Em entrevista à ANSA, o subsecretário da Presidência do Conselho dos Ministros da Itália, Giancarlo Giorgetti, condenou o gesto dos jogadores do Milan e pediu para que uma medida seja tomada.

"O esporte é uma competição saudável e justa. Mostrar a camisa de outro jogador para zombar dele é antes de tudo um gesto estúpido, mas também indigno dos valores do esporte, bem como indigno das camisas que estão usando", disse Giorgetti.

Com a vitória, o Milan chegou aos 55 pontos e ocupa a quarta colocação do Campeonato Italiano. Sem vencer há três jogos no torneio, a Lazio, por sua vez, está em oitavo, com 49 pontos.

Milan e Lazio se enfrentarão novamente no dia 24, no San Siro, pela partida de volta das semifinais da Copa da Itália. No primeiro jogo, em Roma, os dois clubes empataram por 0 a 0.(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA