Lazio vence Atalanta e conquista a Copa da Itália

Clube da capital ganhou pela 7ª vez em sua história o torneio

Lazio vence Atalanta e conquista a Copa da Itália (foto: ANSA)
18:22, 15 MaiSÃO PAULO ZRS

(ANSA) - Com dois gols no final da partida, a Lazio venceu nesta quarta-feira (15) a Atalanta por 2 a 0, no Olímpico, em Roma, e conquistou pela sétima vez em sua história a Copa da Itália.

Em um jogo equilibrado na primeira etapa, a melhor oportunidade de gol foi aos 25 minutos. O holandês Marten de Roon aproveitou um bate-rebate dentro da área da Lazio e acertou um chute na trave do goleiro Thomas Strakosha.

Apesar do fraco primeiro tempo, a Dea voltou melhor na etapa final e partiu para cima do clube da capital. No início, Timothy Castagne arriscou da entrada da área, mas o arqueiro albanês defendeu em dois tempos.

Por volta dos 70 minutos, a Atalanta cansou no confronto e deixou a Lazio crescer na partida. O time de Bérgamo ainda acertou novamente a trave com o argentino Alejandro "Papu" Gómez, em um chute sem ângulo.

Aos 81 minutos, a torcida da Lazio finalmente conseguiu comemorar. O brasileiro Lucas Leiva cobrou um escanteio na medida para Sergej Milinkovic-Savic mandar de cabeça, sem chances de defesa para Pierluigi Gollini.

Desesperada, a Atalanta foi com tudo em busca do empate, mas levou o segundo gol. Em um contra-ataque, Joaquín Correa passou por Remo Freuler e tocou na saída de Gollini, que nada pode fazer.

A Lazio venceu pela sétima vez em sua história a Copa da Itália e empatou com a Inter de Milão no número de conquistas. O clube da capital está atrás somente da Juventus (13) e da grande rival Roma (9).

A Atalanta, por sua vez, buscava voltar a vencer o torneio após 56 anos. Esse foi o terceiro vice-campeonato do clube nerazzurro na Copa da Itália.

Confrontos

Antes bola rolar no Olímpico, o dia foi marcado pelos intensos confrontos entre a polícia italiana e a torcida da Lazio. Os ultras do clube da capital lançaram garrafas e fogos de artifício em direção das autoridades, que responderam com canhões de água e gáses lacrimogênios.

Os torcedores da Lazio ainda incendiaram um carro da polícia com coquetéis molotov. Até o momento, cinco pessoas foram detidas, sendo que dois são membros da "Irriducibili", nome da principal e mais agressiva torcida organizada do time biancoceleste.

O técnico do Bologna, Sinisa Mihajlovic, estava indo assistir o jogo da Lazio e teve que ser contido pela polícia após ter sido insultado por um torcedor do clube da capital.

"A cidade não pode ser incendiada por grupos de criminosos organizados que, sob o pretexto de um jogo de futebol, devastam tudo e atacam os policiais, isto é, pessoas que trabalham para todos nós", lamentou a prefeita de Roma, Virginia Raggi.(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA