Uefa avança com investigação do City por violar Fair Play

Caso seja punido, clube poderá ficar de fora da Champions

Uefa avança com investigação do City por violar Fair Play
Uefa avança com investigação do City por violar Fair Play (foto: ANSA)
11:39, 16 MaiROMA ZRS

(ANSA) - A Uefa anunciou nesta quinta-feira (16) que o Comitê de Controle Financeiro de Clubes "encaminhou" para a câmara de resolução a investigação sobre a possível quebra das regras do fair play financeiro do Manchester City.

De acordo com o jornal "The New York Times", caso seja punido pelo processo, o atual campeão do Campeonato Inglês poderá até ser excluído da próxima edição da Champions League.

Em nota, a Uefa não deu detalhes sobre o caso, mas segundo a publicação, o City supostamente apresentou falsas declarações dos valores de contratos de patrocínio. Os documentos usados pelos investigadores seriam os mesmos vazados pela plataforma "Football Leaks" no final de 2018.

O clube inglês divulgou um comunicado alegando que "está desapontado, mas lamentavelmente não surpreso". O City também afirmou que o processo é "totalmente insatisfatório, reduzido e hostil".

"O Manchester City está inteiramente confiante em um resultado positivo quando o assunto é considerado por um órgão judicial independente. A acusação de irregularidades financeiras continua a ser totalmente falsa e a CFCB IC ignora um conjunto abrangente de provas irrefutáveis fornecidas pelo Manchester City FC à câmara. A decisão contém erros, interpretações erradas e confusões resultantes fundamentalmente de uma falta básica do devido processo", informou os Citizens.

Segundo a Uefa, as regras do fair play financeiro "visa melhorar a saúde financeira" dos clubes da Europa. Com isso, os times são proibidos de gastarem mais do que ganham. As sanções podem ir desde simples advertências até a exclusão de torneios da entidade.(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA