De Rossi teria pedido demissão de Totti na Roma, diz jornal

Presidente do clube italiano negou os rumores sobre a polêmica

De Rossi teria pedido demissão de Totti na Roma, diz jornal
De Rossi teria pedido demissão de Totti na Roma, diz jornal (foto: ANSA)
19:15, 31 MaiROMA ZRS

(ANSA) - Um grupo de jogadores da Roma, incluindo o meio-campista Daniele De Rossi, queria que o ex-craque Francesco Totti deixasse o seu cargo na diretoria do clube da capital, informou nesta quinta-feira (30) o jornal "La Repubblica".

Com o jornal italiano citando um email vazado do ex-preparador físico da Roma Ed Lippie, enviado ao presidente do clube giallorosso, James Pallotta, em dezembro de 2018, os jogadores De Rossi, Edin Dzeko, Kostas Manolas e Aleksandar Kolarov estavam pedindo as demissões do técnico Eusebio Di Francesco, do diretor Monchi e de Totti.

Ainda segundo o "La Repubblica", o quarteto estaria se sentindo desconfortável com a presença constante do ídolo da Roma no vestiário do clube giallorosso.

Após a veiculação da notícia, tanto a Roma quanto Pallotta negaram os rumores de que De Rossi teria pedido a saída de Totti. Segundo o jornal "Corriere dello Sport", o meio-campista de 35 anos ficou "profundamente chocado" com a informação e poderá entrar na Justiça por conta do rumor.

"Depois de ler completamente, e tido uma longa e muito detalhada conversa com um dos jornalistas que o escreveu, havia algumas partes desse artigo que eram verdadeiras e algumas partes do artigo que claramente não estavam corretas", disse Pallotta.

Segundo o presidente da Roma, De Rossi ficou chateado que o clube estava procurando algum jogador para atuar na sua posição. No entanto, Pallotta negou que o grupo pediu a demissão de Di Francesco, Monchi e Totti.

"Eu nunca ouvi nenhum desses jogadores dizer que eles queriam que demitíssemos Di Francesco. Eles nunca vieram a mim direta ou indiretamente. Nunca ouvi nenhum deles dizer coisas negativas sobre Di Francesco", explicou o presidente giallorosso.

"Neste caso, as pessoas parecem estar tentando jogar dirigentes e jogadores uns contra os outros. Daniele sempre teve conversas construtivas comigo sobre o vestiário, sobre os jogadores e o que precisamos fazer para melhorar e o mesmo com Francesco Totti", concluiu Pallotta.

De Rossi, por sua vez, negou nesta sexta-feira (31) os rumores. O jogador de 35 anos afirmou que foi uma "difamação séria" e entrará na Justiça por conta do caso.

A Roma terminou a última edição do Campeonato Italiano na sexta colocação e garantiu uma vaga para a Liga Europa. De Rossi, por sua vez, não teve seu contrato renovado e se despediu do clube giallorosso após 18 anos. Outro que deixou o time da capital foi o técnico Claudio Ranieri.(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA