CBF confirma sueca para treinar seleção brasileira feminina

Pia Sundhage foi eleita a melhor treinadora do mundo em 2012

CBF confirma sueca para treinar seleção brasileira feminina (foto: EPA)
10:49, 26 JulSÃO PAULO ZRS

(ANSA) - A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) anunciou nesta quinta-feira (25) a contratação da técnica sueca Pia Sundhage. A experiente comandante de 59 anos foi bicampeã olímpica com os Estados Unidos e chega como esperança de trazer mais protagonismo ao país na modalidade.

Sundhage substitui no cargo o técnico Vadão, que foi demitido após um mês da eliminação do Brasil na Copa do Mundo, na França. O ex-treinador de equipes como São Paulo, Corinthians, São Caetano e Guarani não resistiu aos maus resultados e foi demitido na segunda-feira (22).

A nova treinadora da seleção brasileira assinou um contrato válido por dois anos, que pode ser renovado por mais dois.

"A partir da sua chegada, desenvolveremos um planejamento totalmente integrado entre a Seleção Principal e a base, equilibrando objetivos de curto prazo, como Tóquio 2020, com a renovação contínua dos nossos talentos. Pia reúne a experiência e o talento perfeitos para isso. É uma enorme alegria termos essa lenda do futebol feminino no nosso time", disse o presidente da CBF, Rogério Caboclo.

O primeiro desafio de Sundhage será preparar a seleção brasileira para a disputa dos Jogos Olímpicos de Tóquio, em 2020. A sueca tem muita experiência no torneio, já que conquistou duas medalhas de ouro com a seleção norte-americana nas edições de 2008 e 2012. Em 2016, no Rio de Janeiro, a treinadora foi vice-campeã com a Suécia.

Sundhage é a primeira técnica estrangeira a assumir o comando da seleção brasileira feminina, além de também ser a segunda mulher no cargo.

A chegada da treinadora foi destaque na imprensa sueca, além de ter sido o assunto mais comentado no Twitter do país europeu.  Segundo o jornal "Dagens Nyheter", Sundhage está "fazendo história", já que será a primeira treinadora estrangeira de um país "louco por futebol".

A atacante Marta também deu as boas vindas para a comandante sueca e agradeceu o trabalho de Vadão.

"Então a Pia é nova treinadora da seleção feminina. Seja bem-vinda, Pia. Queria aqui também agradecer o professor Vadão e toda a comissão por esse período de trabalho. Que Deus possa abençoar todos nós", disse a camisa 10 da seleção brasileira feminina.

Eleita a melhor treinadora do mundo em 2012 pela Fifa, Sundhage tem passagens por equipes dos Estados Unidos, Suécia e Noruega. Antes de aceitar o convite do Brasil, ela estava trabalhando na equipe sub-16 das seleção norte-americana. Como jogadora, disputou dois Mundiais (1991 e 1995) e uma Olimpíada (1996).(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA