Inter e Milan apresentam projetos do novo San Siro

Clubes irão avaliar a viabilidade dos planos com a Prefeitura

Projeto 'A Catedral' (foto: Divulgação)
19:07, 26 SetMILÃO ZRS

(ANSA) - O Milan e a Inter de Milão apresentaram oficialmente nesta quinta-feira (26) os projetos arquitetônicos da nova arena que será construída no lugar do tradicional San Siro, estádio que as duas equipes lombardas dividem há mais de 70 anos.

A apresentação dos dois projetos foi realizada no Politécnico de Milão e transmitida ao vivo por plataformas digitais. Um deles foi intitulado de "Os Anéis de Milão", enquanto o outro é chamado de "A Catedral". Além disso, apenas um projeto será escolhido.

Após as apresentações dos planos, os dois clubes lombardos precisarão se reunir com a prefeitura de Milão para conversarem sobre a viabilidade dos projetos.

"Precisamos ter um projeto imerso na realidade dos milaneses, um projeto para Milão e seus cidadãos, não apenas para os torcedores e para os que vão ao estádio. Se renovássemos o San Siro, haveria uma reestruturação radical e percebemos que, de qualquer forma, o San Siro que vemos hoje perderia a identidade que possui", disse o CEO da Inter de Milão, Alessandro Antonello.

O dirigente interista ainda confirmou que o novo estádio estará pronto para os Jogos Olímpicos de Inverno de 2026, em Milão e Cortina d'Ampezzo.

"O estádio Giuseppe Meazza, como está, não é mais adequado para dois grandes clubes com a ambição de ter um papel principal no cenário europeu. Adoramos o Meazza, mas ele seguiu seu curso. A oportunidade de ajudar a transformar essa zona da cidade também deve ser bem-vinda, pois, exceto nos dias de jogos, é um espaço vazio de concreto sem nada", destacou o presidente do Milan, Paolo Scaroni.

Ainda de acordo com Scaroni, os clubes pretendem montar um projeto "mais eco-sustentável" e com "menos impacto visual e acústico" em Milão. Além disso, o cartola de 72 anos afirmou que a nova arena irá criar 3,5 mil novos empregos.

Já sobre o custo dos ingressos do novo San Siro, Scaroni afirmou que os bilhetes terão "uma grande variabilidade de preços".

O CEO do Milan, Ivan Gazidis, afirmou que o San Siro é um "ícone", mas destacou a necessidade de representar a nova geração dos torcedores da Inter e do clube Rossonero.

"San Siro é um ícone, mas vamos olhar para as novas gerações. Temos que seguir um caminho para o futuro, que represente a nova geração de torcedores da Inter e do Milan. É um passo indispensável para o futuro, queremos levar os clubes ao papel que lhes pertence", disse Gazidis.

Projetos

O projeto "Os Aneis de Milão" foi criado pelas empresas Manica e Sportium. A estrutura da arena será em formato oval e com dois grandes anéis se cruzando para "simbolizar a história dos dois clubes, sempre em oposição e, agora, unidos na causa de preservar uma tradição de Milão".

Os anéis teriam ainda luzes de LED que trocariam de cor dependendo da equipe que jogar no estádio.

Já "O Catedral", por sua vez, foi feito pela norte-americana Populous. O design da nova arena foi inspirado no Duomo e na Galleria Vittorio Emanuele. O estádio teria uma galeria de vidro em sua volta e seria o mais sustentável da Europa. A capacidade do novo San Siro seria de 65 mil torcedores.(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA