Milan anuncia demissão do diretor Boban

Ex-jogador croata estava há nove meses no cargo

O ex-meia Boban é um dos maiores ídolos da história do Milan
O ex-meia Boban é um dos maiores ídolos da história do Milan (foto: EPA)
10:54, 08 MarROMA ZRS

(ANSA) - O Milan anunciou neste sábado (7) a demissão do diretor de futebol e ídolo do clube Zvonimir Boban. Em um comunicado, o time rossonero agradeceu os serviços prestados por Boban na função de diretor.

"O clube agradece a Zvonimir por seu serviço ao clube nos últimos nove meses e deseja a ele tudo de bom para sua futura carreira profissional. O clube continuará apoiando Stefano Pioli e sua primeira equipe em todas as áreas e está otimista com os próximos jogos da temporada 2020", escreveu o Milan.

De acordo com o "Gazzetta dello Sport", o ex-meia foi demitido por "justa causa" após a sua entrevista ao jornal italiano, onde fez duras declarações contra o fundo de investimentos norte-americano Elliot.

"Agradecemos a Zvone por seus esforços nos últimos nove meses e desejamos-lhe felicidades em seus futuros empreendimentos. Precisamos agora voltar nossa atenção para o futebol e os jogos importantes que estão por vir. Stefano Pioli e seus os funcionários estão fazendo um trabalho excepcional aumentando o desempenho da equipe todas as semanas e terão nosso total apoio enquanto continuam esse trabalho, em um momento difícil para o país", disse Ivan Gazidis, CEO do clube rossonero.

Como jogador, o croata Boban defendeu o Milan entre 1991 e 2001, sendo peça fundamental nas conquistas da Liga dos Campeões da temporada de 1993/94 e de quatro Campeonatos Italianos. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA