San Siro não tem 'interesse cultural', diz Comissão da Lombardia

Estádio não está sob tutela do governo e pode ser demolido

San Siro passará por obras em breve e pode ser demolido, se for necessário
San Siro passará por obras em breve e pode ser demolido, se for necessário (foto: ANSA)
13:41, 21 MaiMILÃO ZGT

(ANSA) - O Ministério dos Bens Culturais e do Turismo da Itália, por meio da Comissão Regional para o Patrimônio Cultural da Lombardia, informou à cidade de Milão que o estádio San Siro "não apresenta interesse cultural e, como tal, está excluído das disposições de proteção".

Em novembro do ano passado, a Prefeitura da cidade fez uma solicitação aos órgãos para verificar se existe o chamado "interesse cultural" sobre o estádio, já que há a possibilidade de demolição parcial do local para o projeto do novo estádio da Internazionale e do Milan. Para a Superintendência, esse interesse não existe e ele pode ser demolido.

De acordo com o documento, "as persistências do estádio original de 1925-26 e de sua ampliação entre 1937-39 resultam residuais em relação às sucessivas intervenções de adequação e ampliação, realizadas na segunda metade dos anos 1900 e, portanto, não submetidos às disposições porque elas não existiam há 70 anos".

O texto ainda ressalta que as obras de ampliação feitas entre os anos de 1953 e 1955, além daquelas realizadas entre 1989 e 1990 e também nos anos 2000, "mostram uma arquitetura sujeita a uma contínua transformação com base nas exigências ligadas à fruição pública e segurança e as diversas adequações normativas próprias da destinação de uso da área futebolística e de espetáculo público".

No início deste mês, a Inter e o Milan apresentaram uma proposta para transformar o San Siro em uma área de lazer, com pista de corrida, ciclovia, academia ao ar livre, campo de golfe e museu. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA