PSG publica nota de apoio a Neymar por caso de racismo

Brasileiro acusou rival de ter feito uma declaração racista

Neymar acusou o defensor Álvaro González de racismo
Neymar acusou o defensor Álvaro González de racismo (foto: EPA)
08:42, 15 SetROMA ZRS

(ANSA) - O Paris Saint-Germain divulgou nesta segunda-feira (14) um comunicado oficial expressando o seu apoio ao atacante Neymar, após o brasileiro ter acusado o zagueiro Álvaro González, do Olympique de Marseille, de ter feito um comentário racista.

"O PSG apoia fortemente Neymar, que disse ter sido vítima de insultos racistas de um jogador adversário. O clube lembra que não há espaço para o racismo na sociedade, no futebol ou em nossas vidas e conclama todos a se elevarem contra todas as suas manifestações pelo mundo", escreveu o time parisiense.

A equipe francesa ainda explicou que "há mais de 15 anos, o PSG está fortemente empenhado na luta contra todas as formas de discriminação".

"O Paris Saint-Germain conta com a Comissão Disciplinar da LFP para investigar e lançar luz sobre estes fatos. O Clube está à sua disposição para colaborar no andamento das investigações", concluiu a nota.

Por outro lado, o Olympique de Marseille manifestou o seu apoio ao espanhol González.

"Álvaro González não é racista. Ele nos mostrou isso em seu comportamento desde que chegou ao clube. Além disso, seus companheiros de equipe também afirmaram", disse a equipe de Marselha.

O episódio aconteceu durante a partida entre os dois times no Parc des Princes, em Paris, pela terceira rodada do Campeonato Francês. Neymar acusou González de racismo e foi expulso por agredir o jogador espanhol.

A Liga Nacional de Futebol Profissional da França (LFP) vai se reunir nesta quarta-feira (16) para decidir as punições que vão ser dadas aos cinco atletas expulsos no jogo, entre eles o camisa 10 do PSG. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA