Tweet de dirigente de time da NBA causa conflito com China

Gerente dos Rockets prestou apoio aos protestos em Hong Kong

Tweet de dirigente de time da NBA causa conflito com China
Tweet de dirigente de time da NBA causa conflito com China (foto: EPA)
11:03, 08 OutSÃO PAULO ZRS

(ANSA) - Um tweet do gerente-geral do time norte-americano de basquete Houston Rockets custou caro para a franquia. Daryl Morey prestou apoio aos protestos em Hong Kong e revoltou seus torcedores e parceiros comerciais chineses, que suspenderam relação com o time texano.

A polêmica mensagem do executivo de 47 anos foi publicada pouco depois de uma partida de pré-temporada do Houston Rockets em Xangai, na China. Na ocasião, Morey postou uma foto com a legenda: "Lute por liberdade. Esteja com Hong Kong", se referindo ao movimento contra a influência de Pequim no governo da região.

Mesmo que o tweet de Morey tenha sido apagado, o posicionamento do norte-americano não repercutiu bem em solo chinês, onde o Houston Rockets é o time mais popular da NBA. Em pouco tempo, a franquia sofreu diversas retaliações.

O presidente da Associação Chinesa de Basquete e um dos maiores ídolos dos Rockets, Yao Ming, cancelou a parceria da entidade com a franquia. Já o SPDB, um banco chinês que patrocina o time, anunciou que suspendeu a parceria.

A Tencent, maior portal de serviços de internet da China, revelou que nenhum jogo dos Rockets será transmitido nas plataformas de streaming do país. Enquanto isso, o Consulado Chinês em Houston declarou estar "profundamente chocado pelos comentários errôneos sobre Hong Kong " feitos por Morey.

Os patrocinadores chineses boicotaram os seus acordos com os Rockets e a emissora estatal "CCTV" criticou Morey e confirmou que o time está "banido do país até que medidas sejam tomadas".

Após o caso ter tomado grandes proporções, o dirigente dos Rockets voltou ao Twitter e emitiu um pedido de desculpas pela mensagem.

"Eu não queria ofender nenhum torcedor dos Rockets ou amigos meus na China com meu tweet. Estava apenas expondo um pensamento, baseado em uma interpretação, de um evento complicado.Eu sempre apreciei o significativo apoio dos nossos fãs e patrocinadores chinenses e espero que aqueles que estão chateados irão entender que ofender ou enganar eles não era minha atenção. Meus tweets são minhas opiniões e de maneira nenhuma representam os Rockets ou a NBA", escreveu Morey.

A onda de protestos em Hong Kong já dura cerca de cinco meses e teve início por conta de uma lei que autorizava a extradição de suspeitos de crimes para a China continental, mas logo se tornou um movimento de eleições livres e contra o governo de Carrie Lam, que é apoiada por Pequim.(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA