Rússia diz que está pronta para cooperar contra doping

País foi acusado de falsificar dados laboratoriais

Rússia diz que está pronta para cooperar contra doping (foto: ANSA)
13:04, 27 NovMOSCOU ZRS

(ANSA) - O porta-voz do governo da Rússia, Dmitry Peskov, informou nesta quarta-feira (27) que o país está pronto para cooperar com a agência mundial antidoping (Wada), um dia após a entidade ter pedido uma suspensão de quatro anos da nação em grandes competições esportivas.

O Comitê de Controle de Conformidade (CRC) da Wada acusou ontem (26) a Rússia de falsificar dados laboratoriais de atletas fornecidos aos investigadores da entidade.

Os membros da Wada vão se reunir em Paris, no dia 9 de dezembro, para decidir se punirá a Rússia pelo caso. A entidade poderá decidir suspender novamente a Agência Antidoping da Rússia (Rusada), colocando em risco a participação do país nas Olimpíadas de Tóquio, em 2020.

As autoridades esportivas russas eram, são e permanecerão totalmente abertas à interação e cooperação com o público e com a comunidade esportiva global e com a Wada", declarou Peskov.

O Comitê Olímpico Internacional (COI), por sua vez, declarou que apoia "sanções mais severas" contra a Rússia.

O escândalo de doping no país tirou o atletismo da Rússia dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro, em 2016, e impediu a participação da nação nas Olimpíadas de Inverno de PyeongChang, em 2018. Além disso, o ex-ministro do Esporte russo Vitaly Mutko, hoje vice-premier, foi até banido pelo COI.(ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA