Procuradoria de Siena pede nova perícia de acidente de Zanardi

Conclusão das novas análises deve ser entregue em 30 dias

Alex Zanardi segue internado desde junho (foto: Ansa)
15:07, 09 DezSIENA ZGT

(ANSA) - Os procuradores de Siena solicitaram uma nova perícia técnica sobre a dinâmica do acidente entre o campeão paralímpico Alessandro Zanardi e um caminhão ocorrido em 19 de junho, informa um dos consultores do motorista do veículo, Mattia Strangi.

"Serão necessários mais 30 dias para que tenhamos uma segunda análise do professor Dario Vangi com a qual avaliaremos as posições que vamos adotar e voltaremos a exprimir como consultores de uma das partes", disse Strangi.

Segundo as informações obtidas, a nova análise é necessária após os advogados de defesa do campeão paralímpico analisarem "frame a frame" as imagens do acidente, gravadas por Alessandro Maestrini, que acompanhava a prova de handbike no momento da colisão, ocorrida na estrada entre Pienza e San Quirico d'Orcia.

Os representantes do ex-piloto de Fórmula 1 perceberam que o motorista invadiu a pista contrária, onde Zanardi descia, porque haveria um ciclista à frente do caminhão. Essa pessoa não fazia parte do evento esportivo e não tinha sido citada em nenhum momento das investigações. Para eles, o motorista teve culpa na colisão, mesmo que involuntariamente.

Agora, o perito Dario Vangi analisará as imagens e fará uma perícia para comprovar ou não essa tese dos consultores de Zanardi. No primeiro relatório, o professor da Universidade de Florença não identificou irregularidades na pista nem no equipamento usado pelo paratleta.

O italiano, quem tem uma longa história de superação, foi internado em estado gravíssimo logo após a colisão e passou por quatro cirurgias na cabeça. Zanardi continua internado - agora em um hospital de Pádua - onde segue seu tratamento de recuperação. (ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA