Morte de Kobe Bryant completa um ano

Relatório final sobre acidente deverá ser publicado em fevereiro

Kobe Bryant morreu em um acidente de helicóptero em Calabasas
Kobe Bryant morreu em um acidente de helicóptero em Calabasas (foto: ANSA)
12:08, 26 JanSÃO PAULO ZRS

(ANSA) - O acidente de helicóptero que matou nove pessoas em Calabasas, na Califórnia, entre elas o ex-jogador de basquete Kobe Bryant e sua filha Gianna, completou um ano nesta terça-feira (26).

No dia 26 de janeiro de 2020, o ex-astro da NBA e outras oito pessoas morreram no acidente que aconteceu na cidade de Calabasas, na Califórnia. A morte do ídolo do Los Angeles Lakers chocou o mundo, tendo ele recebido milhares de homenagens pelas redes sociais.

Mesmo depois de um ano, há diversos processos sobre o caso correndo na Justiça norte-americana. Entre eles, está um aberto por Vanessa Bryant, viúva do ex-jogador, que pede uma indenização milionária à Island Express Helicopters, empresa que era dona da aeronave que caiu.

Além de Vanessa, as famílias das outras vítimas do acidente também processaram a empresa pelo caso. Já a defesa contratada pelo irmão de Ara Zobayan, piloto do helicóptero, acusa os tripulantes como responsáveis pela tragédia, já que foram alertados sobre as péssimas condições de voo.

Os investigadores do fatídico acidente apontam "causa acidental" como motivo da tragédia, mas o relatório final do caso deverá ser publicado em fevereiro deste ano.

As autoridades informaram que Zobayan estava sóbrio durante o voo e não houve nenhuma falha mecânica.

Bryant, que eternizou a camisa número 24, venceu cinco vezes a liga norte-americana de basquete e conquistou dois ouros olímpicos. Ele defendeu o Lakers entre os anos de 1996 e 2016.(ANSA).
   

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA