Sindicatos convocam greve geral para esta sexta-feira

Paralisação afetará cidades como Roma, Milão, Turim e Florença

Greve foi convocada em protesto contra reforma trabalhista
Greve foi convocada em protesto contra reforma trabalhista (foto: ANSA)
19:13, 23 OutROMA ZLR

(ANSA) - A Itália pode enfrentar inúmeros problemas nos serviços públicos, transportes e nas escolas nesta sexta-feira (24). Para essa data, a União dos Sindicatos de Base (USB) convocou uma greve geral contra o projeto de reforma trabalhista apresentado pelo governo.
    Manifestações e passeatas devem ocorrer a partir das 9h (horário local) nas cidades de Roma, Milão, Turim, Gênova, Florença, Nápoles, Veneza, Bolonha, Trieste, Trento, Novara, Vicenza, Catania, Cagliari, Catanzaro, Bari, Potenza, Campobasso e Alexandria.
    O projeto de mudança na legislação trabalhista italiana tem provocado polêmica no país, com os sindicatos e a oposição acusando o primeiro-ministro Matteo Renzi de querer subtrair direitos dos empregados.
    Isso porque a reforma inclui alterações no artigo 18 do Estatuto dos Trabalhadores, que protege as pessoas de serem demitidas sem justa causa. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA