Polícia italiana prende 13 por ligação com a máfia

Segundo a Justiça, acusados seriam do grupo mafioso ïNdrangheta

A polícia italiana prendeu 13 pessoas acusadas de ligação com a máfia
A polícia italiana prendeu 13 pessoas acusadas de ligação com a máfia (foto: ANSA)
13:24, 28 OutMILÃO ZAR

(ANSA) - Na Calábria e Lombardia, o Grupo de Operações Especiais da polícia italiana (ROS)prendeu, nesta terça-feira (28), 13 pessoas, acusadas de ligação com a organização mafiosa 'Ndrangheta. Os pedidos de prisão foram feitos pela Procuradoria anti-máfia de Milão, em investigação liderada pela procuradora Ilda Bocassini.


    As prisões ocorreram nas províncias de Milão, Como, Monza-Brianza, Vibo Valentia e Reggio Calabria. Entre as acusações, associação com a máfia, porte abusivo de armas, falso registro de bens, uso de dinheiro de atividades ilegais, abuso de poder e ameaças.


    No centro das investigações estão dois grupos da 'Ndrangheta, que estariam enraizados na cidade de Como. Segundo a polícia, os grupos possuem ações na área imobiliária e de construção civil.


    Algumas ligadas às obras da Expo 2015, feira mundial que ocorrerá na cidade no próximo ano.


    De acordo com informações, alguns presos na operação estão infiltrados no tecido social e econômico da Lombardia. Com ligação em diversos setores, os acusados obtinham benefícios, informações confidenciais e privilegiadas, além de financiamentos. Também foi descoberto relacionamento entre os integrantes da máfia com membros da polícia penitenciária, da Receita Federal e de conselheiros municipais de cidades milanesas. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA