ChemChina vira maior acionista da Pirelli

Marca italiana começou o dia em alta na Bolsa de Valores

Novo sócio será majoritário na Pirelli
Novo sócio será majoritário na Pirelli (foto: EPA)
13:57, 23 MarROMA ZGT

(ANSA) - A Camfin, maior acionista da marca italiana Pirelli, chegou a um acordo para vender 26,2% de suas ações para uma holding controlada pelo chineses da China National Chemical Corporation (ChemChina) na noite deste domingo (22). 

 

Em uma nota, a Camfin - que até então era a maior acionista - e a Cncr - controlada pela ChemChina - anunciaram que o acordo é para uma parceria industrial de longos termos. Ao todo, os chineses investiram 7,7 bilhões de euros para comprar sua parte na companhia. Porém, o centro de pesquisas e a sede da Pirelli continuarão na Itália. 

 

Segundo o presidente da Pirelli, Marco Tronchetti Provera, "o acordo representa uma grande oportunidade para a Pirelli. A aproximação ao negócio e a visão estratégica da Cnrc garantirá o desenvolvimento e a estabilidade da Pirelli".

 

A Bolsa de Valores de Milão registrou alta das ações da Pirelli nesta segunda-feira (23). Os títulos estão sendo vendidos por 15,5 euros - 1,58% acima do preço da OPA de aquisição, que estava em 15 euros.

 

A ChemChina é um colosso industrial que faturou cerca de 36 bilhões de euros no ano passado e uma das maiores empresas do país asiático. Desde 2005, o conglomerado compra marcas europeias como parte de sua expansão no exterior. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA