Itália socorre 450 imigrantes no Mediterrâneo

Entre as pessoas salvas estão 69 mulheres e 8 menores de idade

Itália tem convivido com um agravamento da crise migratória no Mediterrâneo
Itália tem convivido com um agravamento da crise migratória no Mediterrâneo (foto: ANSA)
08:32, 10 AgoROMA ZLR

(ANSA) - Quatro pequenos barcos repletos de imigrantes foram socorridos neste domingo (9) pela Guarda Costeira italiana perto do litoral da Líbia.
    Durante a manhã, duas embarcações com um total de 240 indivíduos a bordo foram interceptadas. Depois, à tarde, navios da Itália encontraram mais duas, estas com 210 pessoas.
    Sendo assim, o país resgatou apenas neste domingo 450 imigrantes, incluindo 69 mulheres e oito menores de idade. Desde o começo do ano, Roma tem visto um agravamento da crise migratória no mar Mediterrâneo.
    Quase diariamente, barcos clandestinos partem da costa da África rumo ao sul da Europa. Como o território italiano está a apenas 100 km de distância por mar, acaba sendo o principal destino dessas viagens.
    Frequentemente, as embarcações afundam e causam grandes tragédias, como a do último dia 18 de abril, que fez cerca de 700 vítimas. Segundo a Organização Internacional para as Migrações (OIM), mais de 2 mil pessoas já morreram em 2015 tentando cruzar o Mediterrâneo. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA