Professora morre de meningite em Roma; alunos são submetidos a exames

Dezenas de alunos precisaram passar por testes

Professora lecionava na escola Cesare Battisti em Roma
Professora lecionava na escola Cesare Battisti em Roma (foto: ANSA)
15:00, 06 JanROMA ZGT

(ANSA) - Uma professora de 52 anos faleceu na última segunda-feira (26) de meningite meningocócica e o caso fez com que dezenas de alunos fossem submetidos a exames para detectar a doença e já iniciar um tratamento com remédios.

Todos os estudantes que tiveram contato com a mulher, que não teve o nome revelado, receberam um e-mail com a notificação nesta terça-feira (27). Isso porque, até a última quinta-feira (23), ela lecionava normalmente na tradicional escola Cesare Battisti.

A professora foi internada no dia 25 de dezembro e faleceu um dia depois de ser transferida para o Policlínico Gemelli, referência no combate a doenças do tipo. Recentemente, a Itália tem registrado diversos casos de meningite pelo país, especialmente, em pessoas mais jovens. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA