Brescia fecha inquérito sobre morte de italiano no Brasil em 2013

Justiça não encontrou culpado por morte de Gabriele Fogazzi

Gabriele Fogazzi foi encontrado morto com um tiro na cabeça
Gabriele Fogazzi foi encontrado morto com um tiro na cabeça (foto: Divulgação/Polícia)
14:09, 17 MarBRESCIA ZGT

(ANSA) - A Procuradoria de Brescia, na Itália, anunciou que encerrou a investigação sobre a morte do italiano Gabriele Fogazzi, 33 anos, em Porto Seguro, na Bahia, em 2013, sem encontrar o culpado pela morte dele.

"Com toda a probabilidade, ele foi uma vítima de um acerto de contas internas de grupos marginais", disse o procurador-substituto Michele Stagno nesta sexta-feira (17).

O corpo de Fogazzi foi encontrado no dia 6 de fevereiro de 2013 em uma área de mata nativa em Porto Seguro, alguns dias após a família denunciar o desaparecimento do homem.

O italiano estava passando férias com seus familiares na cidade baiana e foi encontrado com um tiro na cabeça por policiais locais. O corpo estava em tal estado de decomposição que só foi identificado por exame de DNA mais de 20 dias depois da denúncia do desaparecimento.

Até hoje, as motivações do crime são um mistério. Os primeiros indícios indicavam que o assassinato teria acontecido depois de uma tentativa frustrada de assalto, mas nada foi comprovado.

"Os pais e a irmã de Gabriele Fogazzi souberam consternados dos resultados da investigação, que fizeram com que desaparecesse a fraca esperança de que a verdade surgisse", disse o advogado da família, Luca Dagnoli. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en