Jornalistas italianos são libertados no Congo

Dupla de repórteres foi presa durante uma reportagem

08:08, 20 MarROMA ZBF
(ANSA) - Dois jornalistas italianos que tinham sido detidos no Congo retornaram para a Itália nesta segunda-feira (20), de acordo com fontes locais.
    Luca Chianca e Paolo Palermo, enviados especiais do jornal "Report", haviam sido presos na última quarta-feira, mas a notícia da detenção foi mantida em segredo para favorecer o trabalho diplomático. Eles estavam no Congo para fazer uma reportagem sobre as operações da estatal italiana de energia ENEL na Nigéria e foram presos logo após realizarem uma entrevista com o empresário Fabio Ottonelo. As autoridades congolesas alegaram que a dupla não tinha visto de jornalista. Em troca de libertação dos repórteres, o Congo apreendeu as câmeras, chips de celular, telefones e materiais recolhidos no país pelos italianos. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA

archivado en