Itália desmantela grupo mafioso que agia em mercados

Quadrilha tinha contratos com a rede varejista alemã Lidl

Grupo varejista Lidl teria sido usado por grupo mafioso para conseguir contratos
Grupo varejista Lidl teria sido usado por grupo mafioso para conseguir contratos (foto: ANSA)
19:11, 15 MaiMILÃO ZLR

(ANSA) - A Polícia de Estado da Itália e a Guarda de Finanças deflagraram nesta segunda-feira (15) uma operação na Lombardia e na Sicília contra supostas atividades ilícitas da família mafiosa dos Laudani, que tem sua base em Catânia.

Pelo menos quatro dos 10 diretórios da rede alemã de supermercados Lidl na Itália foram colocados sob administração judicial, totalizando cerca de 200 lojas. A multinacional entrou na mira dos investigadores porque alguns contratos de prestação de serviços em logística teriam beneficiado o grupo criminoso dos Laudani.

"Foi um inquérito muito complexo, conduzido em perfeita sintonia entre a Polícia e a Guarda de Finanças. Seguimos os passos do dinheiro, que era recolhido em Milão e entregue à família Laudani", declarou a procuradora-adjunta da República em Milão, Ilda Boccassini.

Segundo os investigadores, um funcionário da Lidl na Itália, Simone Suriano, colocado nesta segunda em prisão domiciliar, teria recebido dinheiro para conseguir contratos para o consórcio administrado pelos mafiosos.

O inquérito ainda apura supostas ligações entre os mafiosos e a empresa responsável pela segurança privada do Tribunal de Milão e firmas que fazem serviços de limpeza em escolas municipais da capital da Lombardia. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA