Homem é preso na Itália por estuprar prostitutas brasileiras

O suspeito, um italiano, dopava as vítimas para violentá-las

14:08, 06 FevMILÃO ZLR

(ANSA) - A polícia da Itália prendeu nesta terça-feira (6) um homem acusado de ter violentado e roubado diversas garotas de programa em várias cidades do país. Muitas de suas vítimas são brasileiras.

Segundo os investigadores, o suspeito, um cidadão italiano de 51 anos, agia como um "estuprador em série". Ele foi preso em um hotel situado nos arredores da estação ferroviária de Pisa, na região da Toscana.

O homem marcava programa com as prostitutas pelo telefone, se dirigia para as casas das mulheres, geralmente de origem brasileira, e as dopava com álcool e soníferos. Em seguida, ele estuprava as vítimas e roubava dinheiro de seus apartamentos.

De acordo com a polícia, pelo menos três casos, todos em Milão, já foram confirmados, mas outros 20 estão sendo analisados. O suspeito teria se apropriado de pelo menos 10 mil euros em dinheiro vivo. A denúncia partiu de uma prostituta brasileira, em 2016, e o homem estaria planejando fugir para a Rússia. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA