Jornalista da 'RAI' é agredida por família de criminoso em Bari

Mariangela Mazzola fazia reportagem sobre crime organizado

Mariangela Mazzola a bordo de ambulância em Bari
Mariangela Mazzola a bordo de ambulância em Bari (foto: ANSA)
19:56, 09 FevBARI ZLR

(ANSA) - Uma jornalista da emissora pública "RAI" foi agredida nesta sexta-feira (9), em Bari, no sul da Itália, enquanto tentava entrevistar parentes do líder de uma organização criminosa.

Mariangela Mazzola estava na capital da Puglia para fazer uma reportagem sobre a criminalidade local. Ao pedir uma entrevista com familiares de um "boss" já condenado pela Justiça, foi agredida no rosto pela esposa do criminoso.

Segundo as primeiras informações, estava acontecendo um velório na casa da agressora da repórter. Mazzola foi levada ao pronto socorro e já foi ouvida pelo procurador Giuseppe Volpe e pela polícia. "Não fui insistente, mas fui agredida com um soco-tapa na bochecha esquerda. Viva a imprensa livre", disse a vítima.

Em novembro passado, outra equipe da emissora - um jornalista e um cinegrafista - havia sido atacada por Roberto Spada, irmão de Carmine Spada, condenado em junho de 2016 por extorsão com método mafioso. O episódio ocorreu no distrito periférico de Ostia, em Roma, e Spada acabou detido. (ANSA)

Todos los Derechos Reservados. © Copyright ANSA